Como lidar com quem não bate metas?

Saber definir uma meta é muito importante, porém, em uma empresa ou equipe sempre haverá um grupo que não bate metas.

Muitos se mantêm na lembrança de metas atingidas, no passado.

Como é um problema comum, muitas empresas acabam se acomodando com o problema: Aprendem a ignorar o grupo ou apenas transfere o problema para o RH. Substituição de funcionário?

Mas, eu lhe pergunto: E se você estiver mandando embora um diamante bruto?

A substituição não resolve totalmente o problema. É como tapar o sol com peneira.

Vamos supor que, André seja o responsável pelo RH. Ele vai ter que cuidar do processo de demissão, planejar o perfil da vaga, abrir, passar pelas escolhas, burocracia e pronto: Contratou.

Agora o problema é para a Ângela, coordenadora de treinamento: Colocar o novato no ritmo da equipe. Vai faltar interação e confiança, Ângela vai ter que ensinar e treinar o novato para o nível da equipe.

Perdendo tempo de treinamento para a equipe toda, com um grupo sem nenhum relacionamento com a empresa.

Fora vários outros problemas gerados por novas contratações. E nem serão só Ângela e André que enfrentarão problemas.

Isso porque nem levantei a hipótese do novo grupo contratado ter a mesma característica: não bater metas.

Em vez de lidar com todos esses problemas de demissão e contratação de um pequeno grupo, eu proponho outro caminho:

Treine-os. Separe o grupo daqueles que não batem meta.

Como lidar com quem não bate metas - treinamento de metas
Como lidar com quem não bate metas?

Faça reuniões com esse grupo e pergunte-os sobre qual o grande problema que eles enfrentam. Liste-os e discuta sobre soluções viáveis para a empresa e para o grupo.

Promova treinamentos e sane os problemas encontrados por eles.

Depois de algumas semanas, poderá ser visível a transformação de algumas pessoas. Porém, é provável que ainda se encontrem alguns que não obtiveram resultados.

Esses últimos sim podem ser substituídos.

Esse caminho diferente permite que sejam diminuídos os problemas gerados por demissão e contratação.

Promove uma maior confiança entre os funcionários e a empresa, algo imprescindível para bons resultados.

Mostra uma empresa comprometida com os resultados dos funcionários, não os tratando como meras máquinas.

Além claro, da sensação da empresa ter feito tudo sob seu poder, por seus funcionários.

Faça essa mudança em sua empresa e estude os resultados semanais, mensais e anuais.

Porém, um fator muito importante é não dar atenção somente ao grupo que está melhorando. Se o grupo que batia meta antes, for ignorado, o rendimento deles irá cair. Causando um ciclo de improdutividade.

Como já dizia Einstein, insanidade é fazer sempre as mesmas coisas e esperar resultados diferentes. Procure novos meios para resolver problemas antigos e incômodos.

Aceitar e se acomodar com ações improdutivas e que não trazem resultados positivos não te ajudará, apenas beneficiará o concorrente.

Porém, o problema pode ser sobre definir uma meta, tenha certeza que sua meta está bem definida.

Para ler mais sobre metas, clique no link: http://sergioricardorocha.com.br/metas/

Leia também nosso passo a passo sobre como montar uma equipe de vendas.

Como lidar com quem não bate metas?
Como lidar com quem não bate metas?